IGARAPAVA REALIZA SEMANA DO MEIO AMBIENTE

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO  MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 


 

Com a participação do prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar foi aberta nesta segunda-feira, dia 11 de junho, a Semana do Meio Ambiente. Ela acontece com um pouco de atraso, mas em grande estilo em parceria com Municípios, entidades, empresas e corporações.

Na abertura, que ocorreu na Usina Hidrelétrica Igarapava, além de diretores desta empresa, presentes representantes de Sacramento, Conquista, Rifaina, Igarapava, além das empresas como Sabesp, Circuito Alta Mogiana, Polícia Ambiental (MG) e Prefeitura Municipal de Igarapava.

Na apresentação alunos de várias escolas puderam conhecer peixes, animais da fauna silvestre, plantas diversas, sistema de água em Igarapava e região, dentre outros assuntos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAMPANHA USE CANECAS E AJUDE O MEIO AMBIENTE

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 


 

 

O Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Igarapava entregou diversas canecas aos funcionários dos Departamentos de Recursos Humanos; de Engenharia, Assessoria Jurídica, PROCON PrevCidade e Banco do Povo. Essa ação de distribuição de canecas tem como objetivo selar um compromisso com os funcionários de abolir o uso do copo plástico.

O diretor de Meio Ambiente, Mateus George menciona que essa ação só foi possível através de uma parceria com a Hidrelétrica de Igarapava que forneceu as canecas e auxiliará principalmente no aspecto de gerir uma economia sustentável com esse tipo de ação, que mesmo sendo de pequeno porte a longo prazo tem um resultado gratificante.

Os números foram apresentados por Mateus George. Segundo ele, o consumo de copos descartáveis nos setores e departamentos que receberam as canecas o consumo apresenta a seguinte forma:

  • Diário: 85 und

  • Semanal: 425 und

  • Mensal: 8.925 und

  • Anual: 107.100 und

Para ele, evitar o copo descartável faz um bem enorme ao meio ambiente, e elencou os motivos:

  • o plástico não é um material biodegradável;

  • portanto, é poluidor do meio ambiente;

  • demora em média 200 anos para se decompor;

  • sua vida útil é muito pequena, às vezes chega a durar 13 segundos apóssair do display;

  • estão em número cada vez maior nos aterros sanitários;

  • sua produção utiliza muita água e energia elétrica;

  • o plástico provém do petróleo (fonte não renovável que demora anospara se formar);

  • há grande impacto ambiental na extração do petróleo;

  • o poliestireno do copo descartável em contato com bebidas quentes libera o estireno, que é um monômero tóxico apontado com cancerígeno;

  • na produção do copo descartável a participação do poliestireno reciclado é mínima, desta forma todo copo descartável utiliza matéria-prima extrativa e não sustentável;

  • sua reciclagem consome muita água, além de ser muito trabalhosa e pouco viável.

 

 

Fotos Equipes e servidores que receberam os copos como doação

 

 

 

 

 

 

CONDEMA REALIZA REUNIÃO E DEFINE PRIORIDADES

 

 

.

 

 


CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE


 

 

 

Importante reunião foi realizada no dia 30/04 na Casa da Cultura. A pauta foi definida pelo Conselho de Meio Ambiente e os assuntos tratados entre outros foram: Restruturação do Conselho de Meio Ambiente, ações ambientais e decisão final a respeito das Árvores da Praça Ruy Barbosa – que inclusive uma delas deverá sofrer supressão.

A reunião foi organizada pelo atual presidente do CONDEMA,  Raphael Emilio Lemos,  Mateus George (Diretor de Meio Ambiente) e contou com a participação de conselheiros e convidados.

Na primeira votação, a respeito da alteração da Lei Nº 689 de 12/11/2015 no que diz respeito sobre a restruturação das cadeiras do conselho, foi destacado de forma que essa alteração fique mais voltada para a população e setores da cidade que realmente tem interesse na temática ambiental compõe o Conselho.

A segunda votação foi a respeito das condições das árvores da Praça Ruy Barbosa, que foi realizado pela empresa AMBIENTAL CONSULT. De acordo com o laudo foram analisadas 5 espécies as quais passaram por avaliação fitossanitária, sendo constatado de uma forma geral que elas estão comprometidas, apresentado riscos à integridade física das pessoas que passam pelo local ou frequenta a praça.

As árvores tornam-se mais sujeitas às injúrias. Desta forma, de acordo com a avaliação apresentada e o valor afetivo das espécies para a população da cidade de Igarapava sugeriu-se 3 situações para solucionar o impasse da retirada/manutenção das árvores, concluindo como melhor sugestão: “Suprimir neste momento apenas o indivíduo 4, porém para todas as outras espécies que irão continuar, deve ser desenvolvida estrutura metálica de apoio para reforço, visto que, além dos itens em desacordo identificados, as mesmas já se encontram implantadas em um terreno com certa inclinação”.

Os 4 indivíduos que continuariam devem seguir todas as indicações descritas no Laudo Técnico, de manutenção para recuperação e reabilitação dos tecidos vivos e posterior uma nova avaliação. Ela deve ocorrer num período de 6 meses para a verificação se as árvores responderam aos procedimentos de manutenção efetuadas neste período.

Desta forma o CONDEMA sugere para a supressão de uma das árvores – identificada como 4 no laudo – devido à inclinação intensiva do caule e pela madeira frágil. Além disso, todas as técnicas de manutenção para conservação deverão ser efetuadas impreterivelmente nas demais espécies que não serão suprimidas e a instalação da estrutura metálica de apoio para reforço.

Após essa apresentação ficou definido que apenas uma árvore sofrerá supressão enquanto as demais receberão manutenção de forma integral. 

O Diretor de Departamento de Meio Ambiente Mateus George deixa claro que toda a reunião seguiu o rito dos conselhos, dando a oportunidade de cada membro ou membro da sociedade civil presente dar sua opinião e se por ventura qualquer pessoa tiver o interesse em consultar os 02 laudos e  a RRT de serviço, todos vão estar disponíveis no Departamento de Engenharia.

 

 

Fotos: Mateus George durante a reunião do Condema

 

 

 

 

INAUGURAÇÃO DA PRAÇA NO BAIRRO JOSÉ PIMENTEL EM IGARAPAVA

 

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ENGENHARIA 


 

 

 

 

Com a presença de moradores do bairro, convidados e autoridades, a Administração entregou para a comunidade mais um instrumento que irá proporcionar maio qualidade de vida a população: a praça do bairro José Pimentel.

Denominada de Aparecido Donizete Bauduino, o Gato, a praça recebeu instrumentos esportivos, bancos, dentre outros, se transformando num lugar para as famílias do bairro se reunir.

A praça recebeu também uma academia ao ar livre, cujos instrumentos foram doados pela iniciativa privada (Unimed).

Na sua fala, o prefeito, José Ricardo Rodrigues Mattar, agradeceu o esforço dos servidores que lutaram para a instalação da praça, cujo local era um terreno praticamente abandonado e que agora se tornou um lugar diferenciado para a comunidade.

Além disso, a praça também tem o sistema de wifi gratuito, graças ao trabalho da equipe de informática da Prefeitura.

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

 

 

 

 

MEIO AMBIENTE JUNTO COM A SANTA CASA DE MISERUCÓRDIA IMPLEMENTAM PROJETO PLANTE VIDA

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 


DEPARTAMENTO DE  MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 


 

Importante ação foi realizada nessa semana (dia 11 de abril) entre o  Departamento de Meio Ambiente e a Santa Casa de Igarapava. Mateus George Silva, diretor do setor e a administradora da entidade,  Valdete Galante, firmaram mais parceria – ou seja, a implantação do programa Plante Vida.

Durante o encontro entre as lideranças, Mateus destacou os projetos inéditos no município de Igarapava onde Prefeitura e Santa Casa são parceiros, como:  Coleta Seletiva (todos os papeis oriundos das Escolas Municipais Fundamentais vão ser enviados para a Santa Casa).

Agora o projeto Plante Vida que foi criado com o auxilio do corpo administrativo do Hospital. Nele toda criança que nascer os pais vão ganhar uma muda de árvore. Esse programa será lançado durante a Semana do Meio Ambiente.

Também em execução o Programa Saúde Ambiental que é recolher dados dos atendimentos que estão ligados a casos de problemas respiratórios, insolação, doenças tropicais e realizar um planejamento para poder identificar a origem dessas patologias e resolve-las da melhor forma possível.

Por fim, Mateus George – em nome da Administração Municipal – agradeceu a Santa Casa de Igarapava por estar criando laços com os demais departamentos da Municipalidade, fortalecendo cada vez mais as ações e buscando fornecer uma saúde de qualidade para a população.

 

 

 

Foto: Mateus George e equipe da Santa Casa

 

 

 

 

 

 

 

MEIO AMBIENTE PARTICIPA DO PROJETO ILUMINAR

 

 

 

 

 

.


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ENGENHARIA


 

 

A equipe do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Igarapava participou ativamente do projeto Iluminar de Orlândia. Ele consiste no descarte de lâmpadas fluorescentes queimadas, pilhas, baterias usadas, materiais elétricos e eletrônicos ultrapassados ou danificadas.

De acordo com Mateus Jorge, o trabalho foi um apoio à ação em comemoração da Semana da Água. A proposta foi desenvolvida no Município e reuniu estudantes que promoveram o descarte de lâmpadas fluorescentes queimadas, pilhas, baterias usadas, materiais elétricos e eletrônicos ultrapassados ou danificados, de forma consciente seguindo todos os padrões ambientais.

Durante a realização do projeto, que aconteceu em Orlândia, os organizadores anunciaram a arrecadação de 3.598 lâmpadas e vários materiais eletrônicos, pilhas, baterias e medicamentos vencidos. E perto de 40% das lâmpadas foram descartadas pelo Departamento de Meio Ambiente de Igarapava em apoio ao projeto.

Mateus Jorge revelou que a intenção do Departamento de Meio Ambiente é promover esse evento no município de Igarapava.

A ação contou com a participação intermunicipal das cidades vizinhas : Nuporanga, São Joaquim da Barra, Ribeirão Corrente e Igarapava.

Alunos das escolas EMEB Artur Oliva, Emeb Victoria Nonino, Emeb Alcinea, Etec Alcidio Souza Prado, COC Albert Einstein e Colégio Logos estiveram envolvidas no projeto .

Ao finalizar, Mateus explicou que com a união é possível garantir um futuro melhor. “Vamos juntos divulgar e participar desta iniciativa”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IGARAPAVA QUER PARCERIA NA GESTÃO AMBIENTAL

 

 

 

.

 

 

 


IGARAPAVA QUER PARCERIA NA GESTÃO AMBIENTAL


 

 

 

A equipe técnica do Departamento de Engenharia da Prefeitura de Igarapava – setor de Meio Ambiente – esteve reunida com membros da Usina Hidrelétrica de Igarapava para tratar sobre a continuidade de programas ambientais. Mateus George, responsável pela pasta na administração municipal, explicou que a proposta é dar continuidade ao trabalho ambiental que vinha sendo desenvolvido nos últimos meses.

“Levantamos propostas que visam uma expansão dos projetos para a sociedade de forma que contemple a conscientização sustentável de recursos com viés educacional” observou. Por final, Mateus agradeceu a Usina Hidrelétrica de Igarapava por estar sempre apoiando o Município de Igarapava com diversos projetos e essa relação harmônica ser de grande valia para a população.

 

 

 

 

 

Foto: Equipe técnica da prefeitura e da Usina de Igarapava

 

PREFEITURA DE IGARAPAVA OTIMIZA SERVIÇOS EM ÁREAS PÚBLICAS

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ENGENHARIA 


 

A equipe de engenharia da Prefeitura de Igarapava está trabalhando pesado em áreas públicas, visando proporcionar o melhor para a comunidade.

Além de melhorar o visual dos próprios municipais, a Administração tem dado total atenção aos locais onde as pessoas se reúnem (praças públicas).

Nesse sentido, além de promover a limpeza na área da Casa da Cultura, as praças Rui Barbosa e Assad Salim tem recebido esquipes da prefeitura.

 

 

 

 

 

 

INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO ELEITORAL CRH

 

 

 

.


PREFEITURA MUNICIPAL DE IGARAPAVA


Termina na próxima sexta-feira, dia 9 de fevereiro, o prazo das inscrições para o processo de seleção das entidades do segmento da Sociedade Civil do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CRH), para o período 2018-2020.

No total, farão parte do Conselho 11 titulares e seus respectivos suplentes. A inscrição deve ser protocolada presencialmente no Protocolo da Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, no horário das 9h30 às 12h ou das 14h às 16h30, de segunda a sexta-feira. É necessário levar a ficha de inscrição preenchida e os documentos, conforme o item 3 do Anexo I (Edital) da Deliberação CRH nº 208.

A entidade precisa ser enquadrada em uma das sete categorias que o edital indica e com representatividade em âmbito estadual. Após a inscrição, o Comitê Coordenador do Plano Estadual de Recursos Hídricos (CORHI) vai analisar a documentação e anunciar a primeira lista das entidades habilitadas e inabilitadas até o dia 2 de março.

O período para recursos será de 5 de março a 15 de março, enquanto a lista final com as entidades habilitadas e inabilitadas será divulgada entre os dias 26 e 29 de março. Em abril, as entidades habilitadas vão participar da Assembleia Geral, onde terá as eleições setoriais para definir quem serão titulares e suplentes no CRH.

Quem for eleita irá enviar o nome do representante, que tomará posse em Reunião do CRH, programada para depois de 30 de abril de 2018. CRH Composto por 33 conselheiros, sendo 11 representantes dos segmentos Sociedade Civil, Municípios e Estado, o CRH tem como principal objetivo estabelecer prioridades de ações e investimentos, promover a recuperação ambiental das bacias e o uso equilibrado dos recursos hídricos.

Pelo regimento, o Secretário Estadual de Saneamento de Recursos Hídricos preside o CRH, enquanto seu vice é o Secretário Estadual de Meio Ambiente. Além dos conselheiros, o CRH convida com direito a voz: – Presidentes dos Comitês de Bacias Hidrográficas ou seus representantes; – os dirigentes ou representantes do DAEE e da CETESB;

– os dirigentes ou representantes de órgãos e entidades estaduais, quando convocados pelos titulares ou representantes das Secretarias designadas no inciso I, do artigo 5º; – representantes de outras entidades ou autoridades e especialistas em assuntos afetos à gestão dos recursos hídricos. Quando o conselheiro titular estiver presente, o suplente também tem direito a voz.

 

Link com mais informações e ficha de inscrição:

http://www.sigrh.sp.gov.br/crh/processoeleitoralsociedadecivil20182020

 

 

Link da Deliberação CRH nº 208:

http://www.sigrh.sp.gov.br/public/uploads/deliberation//CRH/12460/deliberacao_crh_208.pdf

 

PREFEITURA PROMOVE MELHORIA NAS ESCOLAS

 

 

.

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ENGENHARIA 


 

Antes do início do ano letivo, equipes realizam uma “faxina” nos prédios públicos

Por determinação do prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar as equipew de serviços e manutenção da Prefeitura de Igarapava priorizaram nos últimos dias uma chamada “faxina” nos prédios das escolas municipais. O objetivo é deixar as unidades de acordo com as necessidades para que os estudantes tenham um local adequado.

Sob a responsabilidade do Departamento de Engenharia, as equipes da Prefeitura realizaram nas 16 unidades do Município limpeza geral (poda, roçada, adequações, parte elétrica e hidráulica, pintura dentre outros serviços).

O chefe do setor, José Aguinaldo, explicou que todas as ações necessárias foram adotadas por conta de solicitações feitas por professores e diretoras das unidades. “Estamos atentos a tudo e providenciamos para que os alunos sejam bem orientados e adequados para um perfeito aprendizados”, comentou.