IGARAPAVA DIVULGA SEU CARDÁPIO PARA CRECHES E ENSINO FUNDAMENTAL

 

 

 

.

 

 

 

CARDÁPIO  MUNICIPAL DE MERENDAS ESCOLARES

 

 

 

 

A alimentação servida nas creches e escolas de Igarapava tem um controle extremo.

Este trabalho é feito dentro da cozinha piloto pela nutricionista, Paula Maranha Borges. Além de creches, as escolas de ensino fundamental também são atendidas com a merenda escola.

Afinal, centenas de estudantes recebem todos os dias essa atenção do Município. Agora as mães poderão acompanhar o que será fornecido pelo Município na merenda escolar.

 

 

 

 

 

 

 

REUNIÃO COM PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO 

 

 

 

 

.

 

 


REUNIÃO COM PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL  DE ENSINO 


 

 

 

 

Ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2018 uma visita da diretora do departamento de Educação de Igarapava, Elizabeth Jorge Scandiuzzi, nas escolas do município.

Elizabeth conheceu os polos durante o planejamento da Educação Infantil. E a novidade neste ano foi a instituição de um modelo de escola democrática.

Elizabeth acompanhou e discutiu vários projetos sugeridos pelos professores, direção e coordenação para o ano letivo. Na ocasião a diretora de Educação destacou a distribuição de materiais escolares e uniformes aos alunos da Rede Municipal e os recursos para o desenvolvimento das atividades pelos docentes.

Ao final, Beth Scandiuzzi agradeceu pela receptividade e o empenho de todos os profissionais da Educação que contribuem com a construção do processo educativo. Fotos: Beth Scandiuzzi durante encontro com professores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REINAUGURADA ESCOLA CORONEL QUITO JUNQUEIRA

 

 

.

 

 

 


ESCOLA CORONEL QUITO JUNQUEIRA


 

 

O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar, de Igarapava, comentou que a reinauguração da escola coronel Quito Junqueira foi um marco importante para o sistema educacional no município.

A reinauguração contou com a participação de autoridades, vereadores, professores, convidados e estudantes da escola coronel Quito Junqueira. Ao falar sobre a reinauguração, José Ricardo destacou o envolvimento da municipalidade em buscar qualidade no sistema educacional. “Com apoio da Fundação e esforço administrativo alavancamos o ensino no Município.

Tanto é que para a escola coronel Quito Junqueira existe fila de espera” disse. Outra questão elencada pelo prefeito foi a instalação da Universidade Brasil que se instalou no Município e propiciou a recuperação do prédio da antiga escola Industrial, elevando a oferta de vagas e melhoria no ensino na cidade. “Além de móveis o prédio – que estava abandonado – está sendo recuperado para a história de Igarapava”, comentou. O prefeito citou outros avanços na qualidade do ensino municipal um trabalho que tem a supervisão de Elizabeth Scandiuzzi.

Tanto ela, quanto a diretora da escola coronel Quito Junqueira – Olga Amália – realçaram o envolvimento do poder público em avançar na qualidade do ensino, buscando melhorias para os próprios estudantes. O diretor Luiz Carlos Soutello, diretor e presidente do Conselho da Fundação Sinhá Junqueira, explicou que o investimento foi pensando no futuro das crianças de Igarapava.

“Otimizamos mão-de-obra e materiais, empregando em reparos no telhado, nos forros e no sistema elétrico, além da restauração de muros, reforma de banheiros e lavanderias, limpeza do porão e arredores, bem como a pintura completa do prédio e revitalização da quadra poliesportiva. Atualmente com 331 alunos, matriculados do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, a Cel. Quito faz parte da história do município.

A princípio instalada como uma escola rural, o espaço atendeu inicialmente aos filhos de empregados da Fundação que residiam na colônia da fazenda São Geraldo. Com o tempo, o atendimento foi ampliado e a escola passou a integrar a rede pública de educação.

A FSJ cedeu então, gratuitamente, o prédio e todas as instalações ao poder público, que passou a assumir as obras de manutenção e conservação da escola. Recentemente, foram necessárias obras emergenciais no prédio da escola. Devido à falta de recursos financeiros, o município não teve como arcar com as despesas. Assim, a Fundação prontificou-se a colaborar e realizar a reforma necessária, sem prejuízo ao ano letivo e mantendo integralmente o atendimento escolar.

 

 

 

IGARAPAVA REINAUGURA ESCOLA QUITO JUNQUEIRA

 

 

 

.

 

 

 


 REINAUGURAÇÃO ESCOLA  QUITO JUNQUEIRA


 

 

O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar, de Igarapava, anuncia que será reinaugurada no dia 19, a partir das 10 horas, a escola coronel Quito Junqueira (usina Junqueira).

A unidade iniciou seu ano letivo após reforma completa feita pela Fundação Sinhá Junqueira (FSJ). Representantes da FSJ, Prefeitura de Igarapava e da própria escola participam da celebração.

Atualmente com 331 alunos, matriculados do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, a Cel. Quito faz parte da história do município. A princípio instalada como uma escola rural, o espaço atendeu inicialmente aos filhos de empregados da Fundação que residiam na colônia da fazenda São Geraldo.

Com o tempo, o atendimento foi ampliado e a escola passou a integrar a rede pública de educação. A FSJ cedeu então, gratuitamente, o prédio e todas as instalações ao poder público, que passou a assumir as obras de manutenção e conservação da escola.

Recentemente, foram necessárias obras emergenciais no prédio da escola. Devido à falta de recursos financeiros, o município não teve como arcar com as despesas. Assim, a Fundação prontificou-se a colaborar e realizar a reforma necessária, sem prejuízo ao ano letivo e mantendo integralmente o atendimento escolar.

Mão-de-obra e materiais foram todos custeados pela Fundação, que não mediu esforços para realizar reparos no telhado, nos forros e no sistema elétrico, além da restauração de muros, reforma de banheiros e lavanderias, limpeza do porão e arredores, bem como a pintura completa do prédio e revitalização da quadra poliesportiva.

Dessa maneira, a história da escola foi preservada, concedendo aos alunos um espaço adequado e confortável – e garantindo o futuro de todos por meio da educação.

 

 

 

 

.

 

SERVIÇO

Reinauguração da Escola Cel. Quito Junqueira
Endereço: Núcleo Residencial Sinhá Junqueira – Rua Três, s/nº – Igarapava/SP
Quando: 19 de fevereiro, às 10h

 

IGARAPAVA REFORMA ESCOLA INDUSTRIAL E NOVA INFRAESTRUTURA E CAPAZ DE COMPORTAR ENSINO FUNDAMENTAL E SUPERIOR

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar esteve acompanhando na manhã desta terça-feira, dia 7, do início das aulas na esocla Alfredo Cesário Oliveira, a conhecida Industrial.

Recepcionado pela diretora da unidade, Maria José, e professores, além de funcionários, o prefeito verificou que as reformas ainda continuam para melhorar ainda mais o conforto oferecido aos alunos. O prédio está passando por amplas reformas e adaptações, justamente para melhorar as condições oferecidas aos estudantes.

O prédio ainda abrigará a Universidade Brasil, um projeto pioneiro para o Município. São mais de 800 alunos (manhã e tarde) que ocupam as mais de 24 salas da escola Industrial. A visita do prefeito foi uma espécie de boas vindas aos estudantes.

José Ricardo anunciou ainda que, através de parcerias, a Prefeitura está reformando ainda a escola Cel. Quito para bem atender nossos estudantes. Na “Escola Industrial” a Prefeitura aguarda o término da parte inferior, pintura, novas cortinas e 364 carteiras, e ainda há a previsão de entrega dos uniformes e materiais escolares para o mês de março.

Trata-se de uma ação de prestação de contas em benefício da educação para o Município, pois o lema é Compromisso com o Trabalho. Fotos: Escola Industrial recebe alunos e o prefeito José Ricardo com a diretora Maria José

 

 

 

 

 

 

 

ESCOLA USINA JUNQUEIRA RETOMARÁ SUAS ATIVIDADES ESCOLARES NO DIA 7 DE FEVEREIRO

 

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar esteve visitando a antiga usina Junqueira para verificar o funcionamento dos próprios municipais. E anunciou que as aulas na escola Coronel Quito Junqueira devem iniciar apenas no dia 7.

Durante conversa com servidores e a própria diretora de Educação, Elizabeth Scandiuzzi, o prefeito foi informado de que a escola daquela comunidade (Usina Junqueira) iniciará op atendimento de seus alunos com um dia de atraso se comparado às demais unidades do Município de Igarapava.

Na unidade da escola Coronel Quito Junqueira estão matriculados 329 alunos e toda a atenção vem sendo dada aos estudantes no sentido de alavancar ainda mais o sistema educacional.

 

 

 

Publicado por José Ricardo em Segunda, 5 de fevereiro de 2018

 


IGARAPAVA RETOMA ENSINO MUNICIPAL

 

 

.

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

A Prefeitura de Igarapava, através do Departamento de Educação anuncia o retorno das aulas nas escolas que pertencem ao Município para o dia 6 de fevereiro. O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar anunciou que este ano os alunos receberão uniformes e material escolar, bem como o transporte urbano e semiurbano.

A diretora Elizabeth Scandiuzzi (Educação) explicou que nos últimos dias (quinta, dia 1º; sexta-feira, dia 2) os 100 professores das EMEis (escolas Municipais de Educação Infantil) e 126 da EMEF (Escola Municipal de Educação Fundamental) realizaram a atribuição de aulas. A atribuição aconteceu nas salas do Polo Universitário, onde os professores foram recepcionados com um coffe break preparado por um grupo abnegado de servidoras.

A professora Beth disse que o setor educacional tem dado uma atenção especial a qualidade dos estudos das crianças e adolescentes. O Fundamental, inclusive, no último levantamento superou a meta. A proposta é de que este ano os índices sejam avançados em todos os níveis.

NÚMEROS

De acordo com o setor de planejamento do Departamento de Educação, o quadro de alunos das EMEIs supera 890, enquanto os alunos do ensino fundamental atingem 2.392, além de 65 do ensino médio e profissional. São mais de 252 professores da rede pública municipal que estarão trabalhando neste ano letivo para alavancar o ensino municipal em Igarapava .

 

 

ESCOLAS


Escola Municipal de Educação Infantil


Alberto Faria de Oliveira,

Lucia Helena Marcacine,

Cheda José Moisés,

Waldemar B. Pessoa,

Diana Calil Jardim

Paulo Bortoletto,

Lucélia de Souza

Orlando Gomes

Maria Conceição

 


Escola de Ensino Fundamental


Alfredo Cesário

Capitão Chico Ribeiro

Cel. Quito Junqueira

Professor Dantes

Jardel Domeneghi

 


ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL


Centro Maria Luzia Costa

Nicolau Saad

 

Foto: atribuição de aula

PREFEITURA DEFINE PARA CONCESSÃO DE RECURSOS AO TRANSPORTE ESCOLAR

 

 

 

 

 

 

19/01/2018


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 


 

A Prefeitura de Igarapava definiu nessa semana os critérios para concessão de recursos para os estudantes na questão do transporte coletivo. Legislação sobre o assunto foi encaminhada à Câmara Municipal para aprovação e foi sancionada pelo prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar.

De acordo com a legislação, o auxílio financeiro para pagamento de transporte aos estudantes de níveis universitário ou técnico, matriculados em estabelecimentos de ensino devidamente instalados nas cidades de Ituverava, Franca e Uberaba; autorizado por meio de lei municipal será concedido mediante a observação de algumas normas.

Entre as normas que devem ser obedecidas pelos interessados está a que determina que as inscrições para concessão do referido auxílio financeiro, bem como as datas de inscrição, correrão por meio da publicação da convocação que deverá ser amplamente divulgado na imprensa local e renovados semestralmente.

São exigências da lei para a inscrição: Ser brasileiro nato ou naturalizado; Residir no Município de Igarapava há pelo menos 1 ano; estar matriculado e frequentando regularmente a instituição de ensino nos termos do art. 1º; Ter idade mínima de 17 anos.

São necessários os seguintes documentos : comprovante de residência de no máximo 30 dias em nome do requerente ou em nome de terceiro no caso de alugada, desde que se comprove o vínculo familiar por meio de documentos, podendo ser pai, mãe, irmãos, tios, avós; comprovar o período de residência no Município de Igarapava, através de um dos documentos a seguir: histórico escolar, diplomas ou certificados de cursos realizados, carteira de trabalho que tenha registro há mais de 12 meses, data de expedição da carteira de estudante ou data de expedição da Carteira Nacional de Habilitação – CNH e data da primeira habilitação; cópia dos documentos pessoais: CPF, RG e Título de Eleitor; comprovante de matrícula em nome do requerente.

 O auxílio a que se refere esta lei beneficiará tão somente os estudantes matriculados em cursos e/ou períodos letivos que não sejam ministrados pelos estabelecimentos de ensino locais, em suas modalidades presenciais ou semipresenciais.

Terão direito ainda ao presente auxílio-transporte, respeitadas as condições estabelecidas na lei os estudantes matriculados em estabelecimentos de ensino universitário e técnico, mantidos por órgãos públicos e que não cobrem qualquer mensalidade.

Não cabe o presente auxílio-transporte aos matriculados nos programas de pós-graduação lato ou stricto senso, recebendo ou não bolsa ou auxílio pesquisa de quaisquer agências de fomento públicas ou privadas.

A lei prevê cancelamento do auxílio-transporte, quando: for constatadas irregularidades na documentação apresentada pelo (a) requerente;  não comprovar a assiduidade em até 75% (setenta e cinco por cento) de presença nas aulas comprovado trimestralmente;  término do curso e/ou das aulas regulares; em caso de desistência, cancelamento ou trancamento da matrícula; mudança de residência para outro município.

No caso de exclusão, o aluno restituirá aos cofres públicos, todos os valores até então percebidos, devidamente atualizados até a data do efetivo reembolso, sem prejuízo devidas medidas judiciais cabíveis.

Para a concessão foi criada Comissão de Avaliação devidamente composta por três membros do Departamento da Educação, Finança e Administrativo, à qual competirá cadastrar os alunos interessados nos formulários; analisar a documentação; julgar e decidir sobre o cadastramento, seleção e outros casos omissos da Legislação e Decreto; suspender ou excluir o aluno do benefício do auxílio financeiro e efetuar a renovação da concessão através da atualização de documentos que deverão ser apresentados pelo aluno.

Caberá ainda a Comissão de Avaliação realizar diligências a qualquer tempo, comprovando ou apurando irregularidades quanto a real situação do requerente.

O valor destinado ao auxílio-transporte será rateado de forma igualitária e mensalmente, entre os estudantes selecionados nos termos da legislação pertinente e deste Decreto.

No ato do cadastramento deverá o aluno optar por uma das formas a seguir: diretamente a cada aluno; a uma comissão de alunos devidamente constituída ou ainda diretamente ao prestador de serviços que vier a ser contratado pelos alunos, mediante consignação de crédito mensal que se dará por requerimento individual formal, contrato ou documento equivalente outorgado pelos estudantes beneficiários expedido na forma da legislação civil e ocorrerá até o dia 10 de cada mês.

 

Foto: Reunião quando José Ricardo recebeu alunos e vereadores para definir sobre o repasse de recursos ao transporte universitário

DOCUMENTÁRIO SOBRE A HISTÓRIA DE IGARAPAVA

Recebemos no dia  (14), o jornalista Odair de Moura e Silva (Rede Vida de Televisão).
Em sua visita o jornalista ofereceu a produção e exibição (Rede Vida) de um documentário sobre a cidade de Igarapava, desde sua fundação até os dias atuais, incluindo a divulgação do futuro Parque Ecoturístico de Lazer Porto das Canoas em âmbito nacional. O projeto tem objetivo captar recursos de empresas investidoras para aplicação no município.