PREFEITURA LANÇA CONCURSO DE AMOR PELA CIDADE

 

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE CULTURA


 

 

Começam nesta sexta-feira, dia 27 de abril, as inscrições para o concurso “Declaração de Amor pela Cidade” – uma ação da Prefeitura de Igarapava por intermédio do Departamento de Cultura, através da Biblioteca Municipal “Odette de Barros Mott”.

Trata-se do 14º concurso que em 2018 terá como tema “IGARAPAVA – Muito mais que 176 motivos para amar a cidade!”

O concurso é aberto a toda a comunidade e estudantes dos ensinos: municipal, público e privado de Igarapava. E para participar basta expressar em forma de prosa ou desenho o seu amor pela cidade.

O concurso, que acontece anualmente, no mês do aniversário da “Cidade Amizade”  e que em 2018 completa 176 anos é dividido em categorias, sendo: – De 1º ao 5º ano (desenho na folha sulfite); de 6º ao 9º ano (prosa);  Ensino Médio e Comunidade (prosa). E cada participante deverá apresentar apenas um trabalho desenho ou prosa.

Deverão constar também os seguintes dados: Nome completo, Endereço,  Nome da escola e série (se for estudante), e Idade.

Os desenhos e prosas selecionados, ou não, ficarão no arquivo da Biblioteca Municipal e não serão devolvidos aos participantes.

As inscrições serão a partir do dia 27 de abril e, a  entrega do material deverá ser feita na Biblioteca Municipal “Odette de Barros Mott” – Casa da Cultura – Praça Altino Arantes, s/nº – Centro – Fone – (16)3172-3014 – até as 13 horas do dia 04 de maio de 2018.

Uma comissão designada pelo Departamento de Educação, Cultura, Esporte e Lazer fará a escolha dos vencedores.

PREMIOS

Para todas as categorias, ou seja,  1º ao 5 ano; 6º ao 9º e ensino médio e comunidade será de:

1º Lugar: Celular; 2º Lugar: Tablete e; 3º Lugar: Caixa amplificadora.

O resultado será divulgado no dia 14 de maio e a entrega dos prêmios acontecerá dia 17 de maio as 20 horas no Anfiteatro “José Ernesto Junqueira de Barros” – Casa da Cultura.

O concurso “Declaração de Amor à Cidade”, é promovido pela Biblioteca Pública Municipal “Odette de Barros Mott”, com o apoio da Prefeitura Municipal de Igarapava e Departamento de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, traz o seguinte tema

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRECHES RECEBEM EQUIPAMENTO PARA ATENDER EDUCAÇÃO INFANTIL

 

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE


 

 

 

O prefeito de Igarapava, José Ricardo Rodrigues Mattar, esteve visitando a escola de educação Infantil, Cheda José Moisés. A unidade foi uma das que recebeu berços para crianças da rede municipal de ensino.

 

A reposição de equipamentos tem sido uma das questões da Administração em benefício aos alunos atendidos.

 

Ao lado do prefeito estava a diretora do departamento de Educação, Elizabeth Scandiuzi. Ela informou que foram investidos R$ 13 mil na aquisição de berços, carrinhos de bebê e chiqueirinhos.

 

Na unidade Cheda José além de verificar as instalações e funcionamento da unidade educacional, o prefeito José Ricardo e Elizabeth também acompanhou a qualidade da sopa que é servida aos alunos

 

 

Fotos: Visita a Escola Cheda José Moisés

 

 

 

 

 

ALUNOS PARTICIPAM DE HOMENAGENS NO CENTRO MUNICIPAL

 

 

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE


 

Os alunos que integram o Centro de Municipal de Atendimento “Maria Luzia Gonçalves Costa” foram agraciados na manhã desta sexta-feira (20 de abril) com apresentação de uma peça teatral (Emília – Sítio do Pica Pau Amarelo – e a Cuca) durante a Semana Cultural organizada na unidade.

Com a presença do prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar; o vice Wagner Marques; Elizabeth Scandiuzzi (diretora do Departamento de Educação), os alunos encerram alguns projetos que foram desenvolvidos ao longo do mês de abril, sendo:  Dia do Índio, Dia Nacional do Livro Infantil; Dia de Leitura (infantil) e reinauguração da Biblioteca Infantil.

A diretora da unidade, Elisangela Cristina da Silva, agradeceu o envolvimento dos servidores e dos convidados, além das artistas Juliana Rodrigues (a tia Jú), que representou Emília, e Edna Moraes (a Cuca), além da escritora Eloísa Ávila (projeto Usina Hidrelétrica de Igarapava).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EDUCAÇÃO PARTICIPA DO PROJETO EPTV NA ESCOLA

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

 

O sistema educacional de Igarapava tem buscado parcerias e interação para diversos projetos que possam atender aos jovens do Município. E, nesta quinta-feira (19 de abril) a diretora do Departamento de Educação e assistentes estiveram na rede Globo (EPTV-Ribeirão) para acompanhar o lançamento do projeto EPTV na Escola.

Elizabeth Scandiuzzi, diretora, ao lado de Andrea e Flávia puderam acompanhar a proposta da emissora para o EPTV na Escola. O programa tem por objetivo a interatividade entre os alunos e um veículo de comunicação; bem como conhecer o processo de produção de um telejornal.

O Programação da EPTV como recurso educacional; Ø Integração entre as escolas; O Propiciar aos alunos, através do tema: “MINHA VOCAÇÃO E O PROPÓSITO DE MINHA VIDA”, uma reflexão que vai bem além da escolha de uma profissão, mas um mergulho em questões ligadas a descoberta de habilidades, interesses e valores que possam ajudar esses jovens a pensar numa escolha compatível à própria vocação, gerando questionamentos existenciais que os levem ao autoconhecimento e consequentemente a possibilidade de se fazer uma escolha mais consciente, onde se consiga alinhar o exercício da profissão ao propósito de vida de cada um.

O projeto EPTV na Escola é um concurso de redação entre todos os alunos do último ano do ensino fundamental das cidades de cobertura geográfica da EPTV. Os 30 (trinta) estudantes classificados de cada cidade, ganham um dia de passeio em São Carlos, com direito de visita à EPTV, Faber-Castell, Shopping Iguatemi e ao SESC da cidade.

No final, serão escolhidos os dez melhores trabalhos da região, onde os autores ganham prêmios e produzem uma série de reportagens baseadas no texto das redações finalistas que será exibida em nosso telejornal.

 

 

 

 

Foto: Elizabeth com Andrea e Flávia no lançamento do projeto

 

 

 

 

IGARAPAVA FAZ PARCERIA COM ABAG SOBRE A SUSTENTABILIDADE NO AGRONEGÓCIO

 

 

 

 

.

 

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

 

A diretora do Departamento de Educação da Prefeitura de Igarapava, Elizabeth Scandiuzzi confirmou a participação do Município no Projeto da ABAG. Inclusive na realização da tradicional palestra inaugural do Programa Educacional “Agronegócio na Escola”, realizado pela ABAG/RP, que acontece no próximo dia 13 de abril, sexta-feira professores da rede pública municipal de Igarapava estarão presentes.

São esperados cerca de 400 professores, de 176 escolas, de 57 cidades da região de Ribeirão Preto.
O ministro Roberto Rodrigues e os pesquisadores Caio Carbonari (Unesp Botucatu), Marcelo Morandi (Embrapa Meio Ambiente) e Marcos David Ferreira (Embrapa Instrumentação) apresentarão conceitos fundamentais do Agronegócio e debaterão temas importantes ligados à sustentabilidade: o uso de agroquímicos na agricultura; a compatibilidade entre produção e conservação dos recursos naturais; e o combate ao desperdício de alimentos.

Neste ano o Programa será aplicado para 23.897 alunos do Ensino Fundamental 1 e 2, além do Ensino Médio e Ensino de Jovens e Adultos. As próximas etapas do “Agronegócio na Escola” envolvem visitas monitoradas de professores e alunos em diversos elos das cadeias produtivas da região (agroindústrias, cooperativas, fazendas e indústrias), além de instituições de ensino e pesquisa voltadas para o setor. A intenção é que vejam in loco o que é o agronegócio, e compreendam sua proximidade, dimensão e importância, tanto econômica, quanto social e ambiental.

Programa Educacional “Agronegócio na Escola” 2018 em números – 57 municípios – 176 escolas – 420 professores cadastrados – 23.897 alunos sendo: 12.473 = 4º 5º e 6º ano e 11.424 = 7º 8º 9º médio e EJA
Cidades participantes: Altinópolis, Analândia, Ariranha, Barretos, Bebedouro, Brodowski, Caconde, Cajobi, Cássia dos Coqueiros, Colômbia, Corumbataí, Cravinhos, Cristais Paulista, Descalvado, Divinolândia, Dobrada, Dumont, Guaraci, Guariba, Guatapará, Ibaté, Ibitinga, Igarapava, Itápolis, Jaborandi, Jaboticabal, Jardinópolis, Leme, Lins, Luiz Antônio, Mococa, Monte Alto, Monte Azul Paulista, Nova Europa, Pirangi, Pitangueiras, Pontal, Porto Ferreira, Pradópolis, Restinga, Ribeirão Corrente, Ribeirão Preto, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Ernestina, Santa Lúcia, Santo Antônio da Alegria, São Carlos, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Severínia, Tambaú, Taquaral, Terra Roxa, Vargem Grande do Sul, Viradouro
Sobre o “Agronegócio na Escola”

Em 2018 o Programa Educacional da ABAG/RP completa 18 anos de atividades ininterruptas. Desde sua criação já passaram por ele mais de 240 mil alunos e cerca de 3 mil professores. Mais de 2 mil visitas foram realizadas. O Programa foi a primeira ação da ABAG/RP voltada para a valorização institucional da imagem do agronegócio, e desde o princípio foi priorizada a capacitação dos professores para que, conhecendo o setor, pudessem usar esses novos conhecimentos com seus alunos.

 

 

A imagem pode conter: 2 pessoas

foto: Elizabeth Scandiuzzi com o prefeito José Ricardo Mattar em recente visita a escola Quito Junqueira

 

 

 

 

 

 

 

ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO RECEBEM OVOS DE PÁSCOA

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


 

 

Mais de 2,3 mil ovos de páscoa foram distribuídos nesta quarta-feira, 29 de março, aos estudantes da rede pública municipal de Igarapava.

Com a participação da diretora do Departamento de Educação, Elizabeth Scandiuzzi, e da primeira dama, presidente do Fundo Social de Solidariedade, Luciana Ambrósio Mattar, professores e diretores de escolas entregaram aos alunos de creches e ensino fundamental ovos de páscoa.

Trata-se de uma ação social da Administração Municipal que atendeu as seguintes unidades:

(Educação infantil) – EMEI DIANA CALIL….EMEI MARIA CONCEIÇÃO. ..EMEI ALBERTO FARIA….EMEI LUCELIA DE SOUSA. …EMEI PAULO BORTOLETO. ..   EMEI ORLANDO GOMES…. EMEI WALDEMAR PESSOA….EMEI CHEDA JOSÉ .

(Ensino Fundamental  I) – EMEF PROF. DANTES….EMEF  CHICO RIBEIRO ….EMEF JARDEL  BIGUETTI ….EMEF QUITO JUNQUEIRA

 

 

 

 

 

 

 

 

IGARAPAVA LANÇA COLETA SELETIVA EM ESCOLAS 

 

 

 

.

 

 


IGARAPAVA LANÇA COLETA SELETIVA EM ESCOLAS 


 

 

 

O Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Igarapava lançou projeto inédito e que envolverá alunos da rede municipal de ensino. Ele tem parceria com a Santa Casa, Sabesp, Usina Hidrelétrica e Brejeiro: visa a conscientização das crianças com o lixo, principalmente o óleo de cozinha e papel.

O trabalho começou na escola Dantés, mas nos próximos dias chegará a outros estabelecimentos de ensino. Mais que uma demonstração de consciência ecológica, coletar separadamente os resíduos descartados no ambiente de trabalho ou em casa é uma responsabilidade social, alertou Mateus George, responsável pelo projeto.

É uma atitude que traz grandes benefícios como a proteção dos recursos naturais e a geração de renda para famílias que trabalham com a reciclagem.

Uma das ações é a real destinação do óleo de cozinha e do papel A4 ou outros que possam servir para a reciclagem. Enquanto a Brejeiro recolherá o óleo, os papeis serão destinados a Santa Casa numa ação de responsabilidade social. NA INDUSTRIAL Na semana passada o Departamento de Meio Ambiente havia lançado o projeto de óleo de cozinha em garrafa Pet.

Na troca o aluno ganha um picolé. Trata-se de um incentivo e que reduz a poluição deste tipo de material junto ao meio em que vive.

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

PREFEITURA INICIA DISTRIBUIÇÃO DE UNIFORMES ESCOLARES

 

 

 

.

 

 

 

 


PREFEITURA INICIA DISTRIBUIÇÃO DE UNIFORMES ESCOLARES


 

 

 

 

 

Os alunos da rede municipal de ensino de Igarapava (creches, ensino fundamental e médio) começaram a receber os uniformes escolares a partir desta quarta-feira (7 de março).

Graças ao empenho da atual Administração, a Diretoria de Educação utilizando recursos próprios promoveu um investimento superior de R$ 230 mil na confecção de uniformes para os estudantes.

Os primeiros a receberem os uniformes foram estudantes da Industrial, depois o Dantês e a creche no bairro Waldir.

A entrega contou com a participação da diretora de educação, Elizabeth Scandiuzzi; prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar; vice-prefeito Wagner Marques dos Santos; Wagner José dos Santos(Wagnin); diretores de escolas e servidores.

 

 

 

 

 

 

 

 

IGARAPAVA DIVULGA SEU CARDÁPIO PARA CRECHES E ENSINO FUNDAMENTAL

 

 

 

.

 

 

 

CARDÁPIO  MUNICIPAL DE MERENDAS ESCOLARES

 

 

 

 

A alimentação servida nas creches e escolas de Igarapava tem um controle extremo.

Este trabalho é feito dentro da cozinha piloto pela nutricionista, Paula Maranha Borges. Além de creches, as escolas de ensino fundamental também são atendidas com a merenda escola.

Afinal, centenas de estudantes recebem todos os dias essa atenção do Município. Agora as mães poderão acompanhar o que será fornecido pelo Município na merenda escolar.

 

 

 

 

 

 

 

REUNIÃO COM PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO 

 

 

 

 

.

 

 


REUNIÃO COM PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL  DE ENSINO 


 

 

 

 

Ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2018 uma visita da diretora do departamento de Educação de Igarapava, Elizabeth Jorge Scandiuzzi, nas escolas do município.

Elizabeth conheceu os polos durante o planejamento da Educação Infantil. E a novidade neste ano foi a instituição de um modelo de escola democrática.

Elizabeth acompanhou e discutiu vários projetos sugeridos pelos professores, direção e coordenação para o ano letivo. Na ocasião a diretora de Educação destacou a distribuição de materiais escolares e uniformes aos alunos da Rede Municipal e os recursos para o desenvolvimento das atividades pelos docentes.

Ao final, Beth Scandiuzzi agradeceu pela receptividade e o empenho de todos os profissionais da Educação que contribuem com a construção do processo educativo. Fotos: Beth Scandiuzzi durante encontro com professores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REINAUGURADA ESCOLA CORONEL QUITO JUNQUEIRA

 

 

.

 

 

 


ESCOLA CORONEL QUITO JUNQUEIRA


 

 

O prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar, de Igarapava, comentou que a reinauguração da escola coronel Quito Junqueira foi um marco importante para o sistema educacional no município.

A reinauguração contou com a participação de autoridades, vereadores, professores, convidados e estudantes da escola coronel Quito Junqueira. Ao falar sobre a reinauguração, José Ricardo destacou o envolvimento da municipalidade em buscar qualidade no sistema educacional. “Com apoio da Fundação e esforço administrativo alavancamos o ensino no Município.

Tanto é que para a escola coronel Quito Junqueira existe fila de espera” disse. Outra questão elencada pelo prefeito foi a instalação da Universidade Brasil que se instalou no Município e propiciou a recuperação do prédio da antiga escola Industrial, elevando a oferta de vagas e melhoria no ensino na cidade. “Além de móveis o prédio – que estava abandonado – está sendo recuperado para a história de Igarapava”, comentou. O prefeito citou outros avanços na qualidade do ensino municipal um trabalho que tem a supervisão de Elizabeth Scandiuzzi.

Tanto ela, quanto a diretora da escola coronel Quito Junqueira – Olga Amália – realçaram o envolvimento do poder público em avançar na qualidade do ensino, buscando melhorias para os próprios estudantes. O diretor Luiz Carlos Soutello, diretor e presidente do Conselho da Fundação Sinhá Junqueira, explicou que o investimento foi pensando no futuro das crianças de Igarapava.

“Otimizamos mão-de-obra e materiais, empregando em reparos no telhado, nos forros e no sistema elétrico, além da restauração de muros, reforma de banheiros e lavanderias, limpeza do porão e arredores, bem como a pintura completa do prédio e revitalização da quadra poliesportiva. Atualmente com 331 alunos, matriculados do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, a Cel. Quito faz parte da história do município.

A princípio instalada como uma escola rural, o espaço atendeu inicialmente aos filhos de empregados da Fundação que residiam na colônia da fazenda São Geraldo. Com o tempo, o atendimento foi ampliado e a escola passou a integrar a rede pública de educação.

A FSJ cedeu então, gratuitamente, o prédio e todas as instalações ao poder público, que passou a assumir as obras de manutenção e conservação da escola. Recentemente, foram necessárias obras emergenciais no prédio da escola. Devido à falta de recursos financeiros, o município não teve como arcar com as despesas. Assim, a Fundação prontificou-se a colaborar e realizar a reforma necessária, sem prejuízo ao ano letivo e mantendo integralmente o atendimento escolar.