CONCURSO DE DECLARAÇÃO DE AMOR PELA CIDADE

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE CULTURA 


 

 

 

Foram premiados na noite do dia 28 de maio os estudantes vencedores do concurso público “Declaração de Amor à Cidade”. Foi a 19ª edição do concurso, promovido pela biblioteca pública municipal de Igarapava “Odette de Barros Mott”, que apresentou o seguinte tema “Igarapava – muito mais que 176 motivos para amar a cidade!”.

Os premiados foram escolhidos em três categorias, sedo: do 2º a 5º ano (desenho), do 6º ao 9º ano (categoria prosa) e, ensino médio e comunidade (categoria prosa). Para os primeiros lugares foram oferecidos celulares, segundo lugares (Tablet) e terceiro lugares (caixa amplificada), além de certificado e um troféu produzido pela Marmoraria Carré de Uberaba. Na categoria do 2º a 5º ano o primeiro lugar foi para Iara Camilhy dos Santos (EMEF Capitão Chico Ribeiro); 2º lugar foi Ana Clara Dias Bárbara (Lar e escola Alvorada Nova) e Kauã Alves Tozzi (EMEF Professor Dantes).

Na categoria do 6º ao 9º ano, o 1º lugar ficou com Ana Gabriela Motta (EMEF Cel. Quito Junqueira), 2º lugar para Taynara Fortunato Basso (EMEF Cel. Quito Junqueira), e 3º lugar para Gyulia Maria Cavallari Silva (Lar e escola Alvorada Nova). Na categoria ensino médio e comunidade a vencedora foi Sara Gabelini Neves Ormenezzi (Escola Maiêtica), Ana Karla Simião Oliveira (escola municipal de ensino médio Nicola Saad) ficou em 2º lugar e, Maria Fernanda de Menezes Carossini (Colégio Viva) ficou em 3º lugar.

Foram mais de 500 trabalhos apresentados junto a Biblioteca do Município, sendo que todos passaram pelas mãos do corpo de jurados: Marlene Barbosa Ferreira e Glaucia Maria Alves Ferreira Pondé de Sousa. Presentes ao evento, na Casa da Cultura, o prefeito José Ricardo Rodrigues Mattar; a primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Luciana Aparecida Ambrósio Mattar; diretora de Educação, Elizabeth Scandiuzzi; a diretora de Cultura, Daniele Soares da Silva; o diretor do departamento de Tecnologia da Informação, Fagner Alves; José Antônio de Souza (diretor de apoio Desenvolvimento Econômico).

Os organizadores do evento estenderam homenagem a Marmoraria Carré, de Uberaba, que gentilmente ofereceu os troféus aos classificados e cuja ação teve como finalidade dinamizar as práticas de incentivo à leitura, pesquisa, e cidadania. Todo evento foi organizado e coordenado pela servidora pública, Alice Campos Soares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOTA PÚBLICA

 

.

 

 

 


NOTA PÚBLICA


 

 

.

 

 

Serviços de internet e telefonia móvel podem também ser afetados pela paralisação de caminhoneiros, que chega nesta segunda-feira, 28, ao seu oitavo dia. É o que dizem operadoras e até a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), grupo que representa operadoras brasileiras, disse em nota divulgada à imprensa que “algumas atividades das empresas podem ficar comprometidas” por conta da greve.

Entre essas atividades estão “manutenção de rede” e o “reparo e funcionamento dos geradores das estações de telecomunicações, que são acionados em caso de falta de energia”. Tudo por conta da falta de combustível em postos, que não têm recebido o produto graças à greve de transportadores.

“Até o momento não foi registrada nenhuma ocorrência, mas, devido ao baixo volume de estoque de combustível da frota de veículos que transportam as equipes, poderá haver risco de contingenciamento dessas atividades”, diz ainda o sindicato.

Por conta disso, o Sinditelebrasil afirma que operadoras encaminharam à Anatel no último domingo, 27, uma solicitação formal para que “seja priorizado o abastecimento da frota de veículos utilizados na manutenção das redes, para proteger a operação de infraestrutura crítica de telecomunicações”.

O pedido tem como base o Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018, que autoriza o emprego das Forças Armadas na greve dos caminhoneiros, com o objetivo de garantir “medidas de proteção para infraestrutura considerada crítica”.

Ao Valor, o presidente da Anatel, Juarez Quadros, disse que há risco de que a paralisação de caminhoneiros afete serviços de telecomunicações como internet e telefonia móvel, mas que, “no atual momento, não temos registro de ocorrências que agravem os serviços”.

Além disso, a Anatel garante que tem um equipes de trabalho monitorando a situação em diversos estados do país. As equipes reportam diretamente ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do governo e ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

 

CAMPANHA USE CANECAS E AJUDE O MEIO AMBIENTE

 

 

 

.

 

 


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 


 

 

O Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Igarapava entregou diversas canecas aos funcionários dos Departamentos de Recursos Humanos; de Engenharia, Assessoria Jurídica, PROCON PrevCidade e Banco do Povo. Essa ação de distribuição de canecas tem como objetivo selar um compromisso com os funcionários de abolir o uso do copo plástico.

O diretor de Meio Ambiente, Mateus George menciona que essa ação só foi possível através de uma parceria com a Hidrelétrica de Igarapava que forneceu as canecas e auxiliará principalmente no aspecto de gerir uma economia sustentável com esse tipo de ação, que mesmo sendo de pequeno porte a longo prazo tem um resultado gratificante.

Os números foram apresentados por Mateus George. Segundo ele, o consumo de copos descartáveis nos setores e departamentos que receberam as canecas o consumo apresenta a seguinte forma:

  • Diário: 85 und

  • Semanal: 425 und

  • Mensal: 8.925 und

  • Anual: 107.100 und

Para ele, evitar o copo descartável faz um bem enorme ao meio ambiente, e elencou os motivos:

  • o plástico não é um material biodegradável;

  • portanto, é poluidor do meio ambiente;

  • demora em média 200 anos para se decompor;

  • sua vida útil é muito pequena, às vezes chega a durar 13 segundos apóssair do display;

  • estão em número cada vez maior nos aterros sanitários;

  • sua produção utiliza muita água e energia elétrica;

  • o plástico provém do petróleo (fonte não renovável que demora anospara se formar);

  • há grande impacto ambiental na extração do petróleo;

  • o poliestireno do copo descartável em contato com bebidas quentes libera o estireno, que é um monômero tóxico apontado com cancerígeno;

  • na produção do copo descartável a participação do poliestireno reciclado é mínima, desta forma todo copo descartável utiliza matéria-prima extrativa e não sustentável;

  • sua reciclagem consome muita água, além de ser muito trabalhosa e pouco viável.

 

 

Fotos Equipes e servidores que receberam os copos como doação

 

 

 

 

 

 

CONDEMA REALIZA REUNIÃO E DEFINE PRIORIDADES

 

 

.

 

 


CONSELHO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE


 

 

 

Importante reunião foi realizada no dia 30/04 na Casa da Cultura. A pauta foi definida pelo Conselho de Meio Ambiente e os assuntos tratados entre outros foram: Restruturação do Conselho de Meio Ambiente, ações ambientais e decisão final a respeito das Árvores da Praça Ruy Barbosa – que inclusive uma delas deverá sofrer supressão.

A reunião foi organizada pelo atual presidente do CONDEMA,  Raphael Emilio Lemos,  Mateus George (Diretor de Meio Ambiente) e contou com a participação de conselheiros e convidados.

Na primeira votação, a respeito da alteração da Lei Nº 689 de 12/11/2015 no que diz respeito sobre a restruturação das cadeiras do conselho, foi destacado de forma que essa alteração fique mais voltada para a população e setores da cidade que realmente tem interesse na temática ambiental compõe o Conselho.

A segunda votação foi a respeito das condições das árvores da Praça Ruy Barbosa, que foi realizado pela empresa AMBIENTAL CONSULT. De acordo com o laudo foram analisadas 5 espécies as quais passaram por avaliação fitossanitária, sendo constatado de uma forma geral que elas estão comprometidas, apresentado riscos à integridade física das pessoas que passam pelo local ou frequenta a praça.

As árvores tornam-se mais sujeitas às injúrias. Desta forma, de acordo com a avaliação apresentada e o valor afetivo das espécies para a população da cidade de Igarapava sugeriu-se 3 situações para solucionar o impasse da retirada/manutenção das árvores, concluindo como melhor sugestão: “Suprimir neste momento apenas o indivíduo 4, porém para todas as outras espécies que irão continuar, deve ser desenvolvida estrutura metálica de apoio para reforço, visto que, além dos itens em desacordo identificados, as mesmas já se encontram implantadas em um terreno com certa inclinação”.

Os 4 indivíduos que continuariam devem seguir todas as indicações descritas no Laudo Técnico, de manutenção para recuperação e reabilitação dos tecidos vivos e posterior uma nova avaliação. Ela deve ocorrer num período de 6 meses para a verificação se as árvores responderam aos procedimentos de manutenção efetuadas neste período.

Desta forma o CONDEMA sugere para a supressão de uma das árvores – identificada como 4 no laudo – devido à inclinação intensiva do caule e pela madeira frágil. Além disso, todas as técnicas de manutenção para conservação deverão ser efetuadas impreterivelmente nas demais espécies que não serão suprimidas e a instalação da estrutura metálica de apoio para reforço.

Após essa apresentação ficou definido que apenas uma árvore sofrerá supressão enquanto as demais receberão manutenção de forma integral. 

O Diretor de Departamento de Meio Ambiente Mateus George deixa claro que toda a reunião seguiu o rito dos conselhos, dando a oportunidade de cada membro ou membro da sociedade civil presente dar sua opinião e se por ventura qualquer pessoa tiver o interesse em consultar os 02 laudos e  a RRT de serviço, todos vão estar disponíveis no Departamento de Engenharia.

 

 

Fotos: Mateus George durante a reunião do Condema

 

 

 

 

CAMPANHA CONTRA O ABUSO E A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLECENTES

 

 

 

.


DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PROMOÇÃO SOCIAL


 

 

 

A Prefeitura de Igarapava, através de seus instrumentos como Promoção Social e Cras – Centro de Referência de Assistência Social – promoverá a Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Sibele Gabriela dos Santos (diretora de Promoção Social), Priscila Aparecida Martins (assistente social), Daniela Fernanda Simião (psicóloga), Leidinéia de Castro Vicente Feitosa (coordenadora do CRAS), bem como a equipe da Saúde trabalham no projeto.

A campanha “Faça Bonito” será desenvolvida no dia 18 de maio quando se comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Entre as ações desencadeadas em Igarapava está a reunião com a rede intersetorial, objetivando mobilizar e discutir sobre a campanha com vários segmentos.

A participação da população é de extrema importância, sendo assim as equipes da Assistência Social, Saúde e Conselho Tutelar realizarão oficinas reflexivas em todos ESFs do município, conforme cronograma abaixo:

Também será exibido o filme “Anjos do Sol”, que contribuirá nas discussões e elucidações sobre o tema. Esse encontro tem ainda como propósito a elaboração de fluxo de atendimento

A exibição acontece nesta no dia 3 de maio entre 13 as 17 horas na Casa da Cultura.

MOBILIZAÇÃO

Em 2000, o dia 18 de maio foi constituído pela Lei Federal n° 9.970 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa data foi escolhida em razão do crime que comoveu toda a nação brasileira em 1973, o Caso Araceli, em que uma menina de 8 anos de idade foi cruelmente assassinada após ter sido violentada em Vitória, no Espírito Santo.

A intenção é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta de prevenção e combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, pois ninguém está livre de ser atingido por essa situação. É preciso formar uma consciência nacional para denunciar e romper com esse ciclo de violência e proteger meninas, meninos e adolescentes brasileiros.

 

.

 

Como denunciar 

 As denúncias de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas no conselho tutelar mais próximo ou para o Disque Denúncia Nacional – Disque 100, um serviço de utilidade pública, que recebe e encaminha denúncias de violências contra meninos e meninas.

Desde que o governo federal implantou o serviço, em 2003, os números de atendimentos e denúncias recebidas aumentam a cada ano. Em 2003, o serviço recebeu 4.494 denúncias; em 2008, esse número chegou a 32.588, com uma média diária de 89. Em seis anos, são mais de 95 mil denúncias e 2,2 milhões de ligações atendidas – entre elas dúvidas e sugestões.

Além de violência sexual, o Disque 100 recebe denúncias de maus-tratos, negligência, pornografia, entre outros crimes. A maior parte das denúncias recebidas pela central são contra meninas, 62%. Esse número sobe para 81% quando as denúncias são de violência sexual.

A ligação é gratuita e o usuário não precisa se identificar. O Disque 100 funciona todos os dias, das 8h às 22h. O serviço é executado pela SEDH, em parceria com o Centro de Referência, Estudos e Ações sobre Crianças e Adolescentes (Cecria) e a Petrobras.

 

.